Os 10 Locais Imperdíveis no Douro – Parte II

A Região

2015-03-04

os-dez-locais-mais-imperdiveis-no-douro-parte-2
O Douro tem locais verdadeiramente idílicos para conhecer. É imenso, é encantador, vale mesmo a pena uma visita… Mas para umas férias rápidas, ou mesmo para uma escapadela de fim-de-semana, é importante selecionar os melhores locais a conhecer. Depois de já lhe termos sugerido cinco locais fantásticos no Douro para visitar este ano, chegou a altura de apresentar os restantes cinco lugares do nosso Top 10. Por entre pacatas localidades e locais escondidos mas primorosos, tire as suas notas e viaje agora!

A vila do Pinhão 

 

A bonita Vila do Pinhão localiza-se a cerca de 25 quilómetros do Peso da Régua. A sua localização entre o Rio Douro e o Rio Pinhão tornam-na numa das mais belas vilas de Portugal. É uma localidade pequena mas muito hospitaleira, de gente encantadora e divertida. 

 

A História do Pinhão andou sempre de mãos dadas com a História do Vinho do Porto. Estrategicamente localizada, esta vila tornou-se num importante entreposto comercial, fazendo com que este delicioso néctar do Douro fosse enviado para o Porto e, posteriormente, para o mundo. Primeiro em Barcos Rabelos, depois em vagões pela Linha do Douro e, finalmente, em camiões cisterna. Tudo, e em qualquer altura, passou pelo Pinhão. Esta importância no ciclo de vida do Vinho do Porto permitiu-lhe um rápido desenvolvimento, alcançando o estatuto de centro geográfico da região Demarcada do Vinho do Porto.

 

 

A Vila do Pinhão é uma das vilas mais singulares de Portugal

 

 

E por falar na Linha do Douro, o Pinhão tem uma das estações ferroviárias mais bonitas do país. Numa visita à vila, não deixe de a visitar e observar os elegantes e impressionantes painéis de azulejos, que retratam a vida do Douro. Já a nível gastronómico, pode encontrar por estes lados um bom cozido à portuguesa, o cabrito assado no forno, o bolo borrachão, as compotas e o mel.

 

Praia Fluvial de Porto de Rei 

 

Podemos dizer que este lugar é mágico. Este é um pequeno e muito calmo espaço junto ao Rio Douro, localizado na freguesia de São João de Fontoura. É um espaço praticamente natural, que foi inaugurado no dia 8 de Maio de 2004. Esta praia fluvial está, atualmente, lotada de todos os equipamentos de apoio ao lazer e aos desportos náuticos.

 

O Parque Fluvial de Porto de Rei conta com um cais de acostagem para embarque turístico, um pontão de ligação, um passadiço, uma piscina flutuante, um solário, bar de apoio, equipamentos vocacionados para merendas, campo de futebol em terra batida, jardins, acessos pedonais e estacionamento.

 

Enfim… tudo o que precisa para passar um dia radical ou simplesmente relaxar e dar um mergulho, até porque as altas temperaturas do Douro no Verão a isso o obrigam.

 

A aldeia de Trevões

 

A aldeia de Trevões é mais uma aldeia vinhateira, pertencente ao concelho de São João da Pesqueira. Atualmente com cerca de 510 habitantes, chegou a ser sede de concelho entre 1159 e meados do século XIX. É uma pequena localidade perdida no monte mas com um encanto estonteante.

 

A sua gente é bastante ligada à religiosidade, e cada recanto desta aldeia é testemunha dessa fé. A pacata freguesia é constituída por um grande número de capelas e ermidas e o seu povo continua a perpetuar as ricas tradições e manifestações de índole religiosa. Numa visita a esta aldeia, não deixe de visitar a Igreja Matriz de Santa Marinha de Trevões, assim como a Capela do Mártir São Sebastião e o Nicho do Senhor da Boa Passagem. E se viajar por altura do mês de Julho, a festa em honra da santa padroeira é uma romaria tão intensa que o vai surpreender.

 

Também o Museu Etnográfico de Trevões é outra visita obrigatória, onde poderá encontrar guardadas as memórias de um povo, as suas raízes e tradições. Para os amantes da caça, Trevões também é uma boa escolha, principalmente nos meses de Janeiro e Fevereiro, altura em que se realizam as montarias ao javali.

 

E já que aqui está… passe pelo miradouro de São Paio. Com cerca de 910 metros de altitude e uma linha de horizonte vasta, poderá ver Trevões, mesmo no sopé do miradouro, em toda a sua beleza. 

 

Fisgas de Ermelo – Parque Natural do Alvão

 

Localizada em Mondim de Basto, concelho de Vila Real, a cascata de Fisgas de Ermelo é uma das maiores quedas de água em Portugal. Fica situada no Parque Natural do Alvão, na freguesia de Ermelo.

 

O Parque Natural do Alvão é uma área protegida com cerca de 7220 hectares, com um vasto património natural e cultural. Sem dúvida nenhuma, as Figas de Ermelo são das principais atrações turísticas deste parque.

 

Numa paisagem natural de tirar o fôlego, selvagem até, uma barreira de quartzito forma um degrau com cerca de 200 metros de desnível. Ao cair desta altura, o rio Olo atravessa rápido e cortante as fragas e os penhascos. É, de facto, um desnível vertiginoso, originando este conjunto de três quedas de água.

 

Enquanto aqui está, aprecie a calma e o silêncio que por aqui reina. Um silêncio apenas interrompido por uma ou outra cabra selvagem que se avista ou pelo rugido da água que se mistura tão bem com o som da Natureza. E se quiser gastar mais uns minutos do seu roteiro por esta zona, visite Ermelo, uma povoação de grande riqueza em arquitetura tradicional, vários conjuntos de casas de xisto, pelourinho, calvário e Igreja.

 

A elegante Barca d’Alva 

 

Barca d’Alva delimita a fronteira de Portugal. Mesmo ao lado de Espanha, Barca d’Alva está inserida em pleno Parque Natural do Douro Internacional. Erguida na margem esquerda do rio Douro, junto à raia definida pelo rio Águeda a leste, a construção do Cais Fluvial e a proximidade com Espanha trouxe um novo dinamismo recente a Barca D’Alva.

 

Aqui, as amendoeiras em flor são a sua imagem de marca. Visite esta pacata e muito bonita localidade por altura do mês de Fevereiro e assista a um dos espetáculos naturais mais deslumbrantes em Portugal. Mas para além das amendoeiras, Barca d’Alva também prima pelas suas laranjeiras e oliveiras e por ter sido o refúgio primordial e inspirador de Guerra Junqueiro, poeta e escritor português.

 

 

Conheça a encantadora e elegante vila de Barca D'Alva, situada na fronteira com Espanha e na altura das suas amendoeiras em flor!

 

Para além deste cenário idílico, desfrute da calma que reina por estes lados. Sinta o suave canto das árvores e veja-as voar livremente em plena Natureza. E respire profundamente, aqui é o ambiente é tão saudável que fará bem ao corpo e à mente. E a juntar a estas paisagens naturais magníficas, Barca d’Alva é o ponto de passagem para os cruzeiros turísticos que correm o Rio Douro. Visite esta pequena localidade através de um passeio de barco e certamente não se irá arrepender.

 

Por tudo isto, a pergunta que lhe fazemos neste momento é a seguinte: do que é que está à espera? Seja para uma delongada visita pelo Douro, ou apenas para uma escapadela rápida, já não tem desculpas para não visitar esta Região. Temos a certeza de que o vai surpreender.

 

Assim, tire as suas notas e faça o seu reteiro pelo Douro Vinhateiro. E se ainda lhe restam dúvidas, reveja os restantes cinco locais imperdíveis do nosso Top 10 do Douro!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao visitar o site está a consentir a sua utilização.
Conheça as nossas Políticas de Privacidade e Cookies aqui