7 Dicas para Umas Férias no Douro com os Miúdos

Dicas e Sugestões

2018-04-12

7-dicas-para-umas-ferias-no-douro-com-os-miudos
Viajar com as crianças na primavera e no verão pela região do Douro vai trazer-lhe muitas e boas surpresas, ao contrário do que talvez já tenha lido ou ouvido. Neste texto vamos dar-lhe 7 dicas para aproveitar muito bons momentos em família por esta região.

Cruzeiro pelo Vale do Douro

Um passeio de barco pelo Rio Douro é uma excelente opção de férias para os casais que têm filhos ainda pequenos e que, naturalmente, não conseguem percorrer grandes distâncias a pé. Nestes passeios de barco, todos ficam a conhecer o Douro, até porque há cruzeiros mais pequenos que são os ideais para quem viagem com crianças.

Assim, sugerimos o minicruzeiro Pinhão-Tua-Pinhão, que durante duas horas navega por um percurso inacessível através de estradas nacionais, ou o cruzeiro Porto-Régua-Porto, o mais popular do Rio Douro e o mais curto com partida da cidade Invicta.

 

 

Em qualquer um dos nossos cruzeiros, a segurança das crianças está assegurada e vão ficar deslumbrados com a paisagem que acompanha qualquer uma destas viagens nas margens do famoso Rio Douro. 

 

 

Parque de Diversões do Douro

 

O parque de Diversões do Douro, chamado NaturWaterpark, é o primeiro parque totalmente ecológico do país que dispõe de um grande conjunto de diversões destinadas aos mais novos. Desde um parque aquático ao parque aventura, passando pelo campo de jogos e até ao minigolfe, as atividades são muitas e permitem o contacto com os animais.

 

No mesmo espaço tem um parque de campismo onde há a possibilidade de ficar em bungalows, ou, se preferir uma estadia mais radical, podem montar a vossa tenda ou estacionar ali a autocaravana. Certamente que os miúdos vão adorar uns diazinhos passados no meio da Natureza e longe da confusão das grandes cidades.

 

 

Um Dia numa Praia Fluvial

 

A Praia do Areinho, perto do centro do Porto e Gaia, situada na margem esquerda do Rio Douro, é bem visível quando se percorre a Ponte do Freixo no sentido Norte - Sul. Com bandeira azul, é uma das praias mais frequentadas nos dias muito quentes, mas que se torna uma bela opção na primavera. Sendo uma zona mais calma, o que por ali vai encontrar – com toda a certeza – são pescadores amadores. Já as crianças podem correr e fazer as suas habituais brincadeiras na areia com muito mais à vontade. Só é preciso ter algum cuidado porque a praia não é vigiada e tem uma extensão considerável.

 

Mas há outras praias fluviais em plena Região do Douro que pode explorar com os seus mais pequenos: a praia fluvial de Porto de Rei (São João de Fontoura), a praia fluvial da Lomba, de Melres ou de Zebreiros (Gondomar), praia fluvial da Congida (Freixo de Espada à Cinta), praia fluvial de Crestuma (Esteiro), praia fluvial de Bitetos (Marco de Canaveses), praia fluvial do Pedorido (Castelo de Paiva), praia fluvial da Ilha dos Amores (Castelo de Paiva).

 

 

Quinta Pedagógica do Seixo

Momentos em família, abertos à novidade, à exploração, à partilha e gestão da descoberta em conjunto são o que vai ter numa visita com picnic à Quinta do Seixo. Com muitos abraços à mistura, esta é uma experiência ao ar livre e de contacto com a Natureza e com a fantástica paisagem do Douro, da qual vai poder desfrutar enquanto deixa os mais pequenos brincarem à vontade.

 

O picnic inclui, para os adultos, diversas opções gastronómicas e prova de vinhos. Para evitar que os mais novos se aborreçam enquanto se deleita com os néctares do Douro, garanta que leva uma bolsa com pequenos jogos, livros de pintar, lápis e canetas ou os seus dispositivos móveis com aplicações infantis variadas.

 

 

Participar numa Vindima

 

Uma viagem ao Douro com crianças deve incluir novos ensinamentos a propósito do processo de produção de vinho. Sendo os vinhos do Porto e Douro afamados mundialmente, as suas Quintas não podiam descurar essa vertente pedagógica. Assim, a maioria destes locais tem uma pessoa local a gerir as visitas que ficará orgulhosa de poder explicar um processo tão antigo a um “aluno” tão atento, como o é qualquer criança. Se optar por fazer a sua viagem em setembro ou outubro, ainda vão ter a oportunidade de acompanhar uma vindima a sério para aprenderem como se cortam as uvas, acompanhá-las até à Adega e ver (e participar) no momento da pisa das uvas. Serão umas férias diferentes, certo?

 

participar numa vindima ensina-lhes o processo de produção do vinho (e proporciona um dia bem diferente)!

 

 

Parque Arqueológico e Museu do Côa

 

O Parque Arqueológico do Vale do Côa é único no mundo pois está repleto de manifestações artísticas rupestres ao ar livre, as mais importantes conhecidas até hoje. A visita aos núcleos de arte rupestre é feita em viaturas todo-o-terreno, com guias especializados em arte rupestre. Garantimos que todos vão confortáveis e em segurança máxima.

Mas que rabiscos são estes? Se, inicialmente, os miúdos não lhe parecerem muito entusiasmados, garantimos que vão mudar de atitude se aí fizerem uma Oficina de Arqueologia Experimental, intitulada “Ser um Pequeno Arqueólogo”, ou uma de olaria.

 

No Parque Arqueológico do Côa vão descobrir a história dos nossos antepassados.

 

 

Passeio Pedestre no Douro

 

Começámos este artigo com uma proposta dirigida a crianças mais pequenas e fechamos a pensar nas mais crescidinhas com a proposta de um passeio pedestre que vos permite descobrir os diferentes aspetos do Douro Vinhateiro.

Na Quinta Nova, perto do Pinhão, tem um trilho circular de sete quilómetros junto ao rio de nível fácil a moderado (algumas subidas podem ser mais exigentes se estiver muito calor). A duração prevista é de três horas pelo que deve ter em atenção a necessidade de levar bastante água a pensar nos mais novos, um desinfetante de mãos, uns analgésicos de bolso, um repelente de insetos, pensos rápidos, snacks pequenos, gorro ou boné (consoante o tempo esteja mais frio ou mais quente) toalhitas e calçado muito confortável. E este é apenas um dos muitos trilhos – dos mais fáceis aos mais desafiantes – que a região do Douro tem para oferecer.

 

 

E para terminar umas férias em grande, porque não percorrer um dos muitos trilhos pedestres do Douro?!

 

 

Divirtam-se e aproveitem o melhor do Douro!

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao visitar o site está a consentir a sua utilização.
Conheça as nossas Políticas de Privacidade e Cookies aqui