Um Leilão com Porto Vintage de 200 Anos

Gastronomia e Vinhos

2015-01-07

vinho-a-envelhecer
Podia ser um simples leilão. Podia ser um leilão de uma simples garrafa de vinho. Podia ser um leilão de um simples vinho anónimo. Mas não. Na Primavera de 2015, em Londres, vai ser leiloada uma garrafa de Vinho do Porto com 200 anos. Conheça esta autêntica obra de arte, retirada da enorme herança vinícola que deixou a grande e incomparável Dona Antónia Adelaide Ferreira, mais conhecida por Ferreirinha, uma figura ímpar na História do Douro Vinhateiro.

Podia ser apenas mais um simples leilão como milhares que existem em todo o mundo. Podia…mas não é! Este contém uma particularidade que poucos leilões se gabarão um dia de ter: vai ser leiloada uma garrafa de Vinho do Porto com 200 anos.

 

São exatamente dois séculos de história que este vinho do Porto conta. É um primoroso Vintage, ancestral… tão velho que estará no auge do seu doce sabor. Ele envelheceu lentamente, alheio ao tempo e à modernidade.

 

É um autêntico Porto que, no fundo, é muito mais de que um vinho: é um dos baluartes de uma Família ímpar na História do Douro Vinhateiro, a Casa Ferreira. É, de certo, uma autêntica obra de arte, daquelas que até Baco se lisonjearia de apresentar a todos os Deuses. Quem tiver a sorte (e o dinheiro) de abrir esta garrafa, que guarde o seu paladar para sempre, pois talvez não haverá outra oportunidade de provar algo assim. 

 

Mas falando mais sobre este vinho… 1815. Século XIX. É a mensagem principal do rótulo deste sublime néctar. Um vinho que nasceu da colheita mais antiga da marca fundada por esta família portuguesa. E o que se pode esperar deste Vintage? Provavelmente um aroma intenso a especiarias como a canela, pimenta e gengibre, notas de madeiras exóticas, iodo e cera. Será um vinho vivo, bastante apurado e refinado, com boa acidez equilibrada por frutos secos. Um primor…

 

A este vinho apenas chegará um muito limitado número de licitadores. O leilão decorrerá esta Primavera em Londres, por altura da celebração dos 200 anos da famosa Batalha de Waterloo. Será um dos pontos altos da agenda mediática britânica. 

 

E seguindo a nobre tradição altruísta desta Casa, o valor arrecadado será doado a uma instituição de caridade, com o objetivo de homenagear e perpetuar a obra da Ferreirinha. 

 

Casa Ferreira: Séculos de História e Solidariedade

 

Embora se possa pensar que a Ferreirinha é uma figura mítica, com uma aura divina até, a verdade é que existiu esta mulher de ferro do Douro, altiva para os com ricos e generosa para os com pobres. A ela se deve a frase “cada um na sua terra deverá fazer tudo o que seja para bem da Humanidade”, tendo sido uma das pessoas mais marcantes da História do Douro e que lutou pela dignificação do Vinho do Porto.

 

Na altura da produção deste Vintage, Dona Antónia Ferreira tinha apenas quatro anos. Por isso, o êxito deste Porto ficará a dever-se aos seus irmãos mas ele é, acima de tudo, símbolo da afirmação da presença da família Ferreira no Douro.

 

Empreendedora, dedicada e altruísta, a Ferreirinha geriu desde cedo este seu património, tornando os seus vinhos de excelente qualidade, finos e refinados, vencedores dos mais rigorosos prémios internacionais. Hoje em dia, é recordada como um exemplo de perseverança no combate à miséria que se abateu sobre o Douro, em consequência da praga da filoxera que destruiu os vinhedos da Região.

 

Pautando o seu trabalho pela causa do Douro Vinhateiro e pelos seus habitantes, a Casa Ferreira prosperou e os seus vinhos não passam despercebidos. O seu legado é enorme, deixando para a eternidade uma garrafeira de valor incalculável com os seus mais consagrados Vinhos do Porto.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao visitar o site está a consentir a sua utilização.
Conheça as nossas Políticas de Privacidade e Cookies aqui