Blog Douro

Viagem à Descoberta do Pinhão!

Publicado por: Daniela Azevedo

Data de Publicação06 junho 2018

Descobrir o Pinhão - 1 No Vale do Douro, o convite desta semana é para desfrutar de um passeio que o leve a descobrir o Pinhão.

Como chegar e o que visitar neste recanto pleno de História é o que lhe indicamos neste pequeno guia, onde a cultura popular e a vertente mais bucólica do Douro estão naturalmente presentes!

O Pinhão é uma vila do concelho de Alijó, situada na margem direita do Rio Douro e o local onde estão localizadas várias Quintas produtoras de vinho de grande qualidade.
 

Para começar este apontamento de aspetos positivos sobre o Pinhão, começamos por referir a paisagem que, de tão bonita e especial, entre vinhas e solares, está classificada pela UNESCO como Património Cultural da Humanidade. Curiosamente, foi a primeira freguesia do distrito de Vila Real a ter telefone, correio permanente, água canalizada e Casa do Povo. O nome da vila deve-se à localização na foz do rio Pinhão, um dos afluentes do Douro.

Descobrir o Pinhão - 2
O Pinhão é uma Vila do concelho de Alijó

O Cruzeiro no Douro Pinhão - Tua – Pinhão – um dos mais emblemáticos da região – permite uma experiência a bordo de um tradicional Barco Rabelo, tem a duração de duas horas e promete revelar-lhe uma paisagem e um ambiente inesquecíveis. Mas há muitos outros passeios de barco com destino a esta famosa vila, pelos quais pode optar.

Leal à abordagem antiga de beleza emocional, a estação dos caminhos de ferro do Pinhão é conhecida pelos seus 24 painéis de azulejos azuis, que retratam paisagens do Douro e aspetos das diversas fases das Vindimas. Os azulejos são da autoria de J. Oliveira e foram encomendados à fábrica Aleluia, de Aveiro, em 1937. É muito fácil encontrá-los porque o local onde se encontram fica na passagem para o centro do Pinhão. Contemple-os por uns instantes, porque merece mesmo ficar a conhecer a história dos vinhos da região através destes painéis.

Descobrir o Pinhão - 3
A Estação do Pinhão é conhecida pela beleza e história dos seus azulejos

Outra volta ao passado proporcionada por uma visita ao Pinhão é, precisamente, através de um passeio de comboio entre as estações de Peso de Régua e Pocinho. No regresso aprecie o sabor inigualável do Vinho do Porto. A estação ferroviária, construída no século XIX, tem outros detalhes magníficos além dos azulejos que remetem para os tempos de glória dos caminhos de ferro portugueses.

A Quinta das Carvalhas é outro ponto a merecer uma visita quando estiver no Pinhão. Trata-se de uma propriedade de grande beleza e espetacularidade, com uma posição predominante na encosta da margem esquerda do Rio Douro no Pinhão, que se estende pelas encostas da margem direita do afluente Rio Torto. Além das vinhas, aqui vemos algum mato, oliveiras e floresta envolvente. Cada um destes exemplares de verde é fruto de uma vida na Quinta que remonta a 1759, altura em que as suas Vinhas Velhas, de plantação pós-filoxérica, celebraram uma centena de anos e conquistaram um enorme respeito na região. E de qualquer ponto da Quinta consegue ter uma vista deslumbrante sobre a região.

Descobrir o Pinhão - 4
A vista da Quinta das Carvalhas é incrível

Além das provas de vinho temáticas, aqui terá a oportunidade de experimentar outra atividade só possível em comunhão com a Natureza: observação de aves. O local tem, ainda, capacidade para organizar atividades como passeios pedestres e de bicicleta todo o terreno (BTT). Quanto à sua localização, fica no concelho de São João da Pesqueira, tendo uma posição predominante na encosta da margem esquerda do Rio Douro virada para o Pinhão.

Outra Quinta que pode e deve visitar no Pinhão é a Quinta de la Rosa, cuja primeira presença de familiares no Douro remonta a 1815. Esta terá sido uma das primeiras propriedades da região a aderir ao turismo de habitação, nos anos 80 do séc. XX, ao mesmo tempo que se lançava na produção própria de Vinho do Porto e, no início dos anos 90, de vinho de mesa. O Enoturismo é hoje uma das suas prioridades, mas decorre de uma forma muito particular, já que em nada interfere com o normal funcionamento da Quinta.

Descobrir o Pinhão - 5
O Miradouro de Casal de Loivos tem uma das melhores vistas da região

Aqui também se pode render aos prazeres do palato com gastronomia regional, que privilegia os produtos locais e sazonais. Ao chegar ao Pinhão encontra a Quinta logo do outro lado do rio. Só tem de atravessar a vila e, em poucos minutos, estará na Quinta de la Rosa.

Para quem quer descomplicar ao máximo a visita ao Pinhão, e aproveitar o que de mais puro e genuíno a vila tem para nos oferecer, a paragem que resume o que de melhor esta região tem é o Miradouro de Casal de Loivos, cuja paisagem foi considerada pela BBC Londres como uma das mais bonitas do mundo. Deste ponto avistam-se os rios Douro e Pinhão, a povoação com o mesmo nome, e os socalcos que são contornados pelos harmoniosos cursos de água. A vinha é uma constante em toda a paisagem e perfeitamente “arrumada” de acordo com os diferentes tipos de plantação que também conseguimos distinguir deste ponto.

Descobrir o Pinhão - 6
Aproveite todas as nossas sugestões para descobrir a incrível Vila do Pinhão

No miradouro (ou no caminho para lá) encontra árvores que são lindas em qualquer estação do ano e não vai resistir a fotografá-las. Chegando à vila do Pinhão, em direção a Alijó, é só subir até chegar ao miradouro. Quando atingir o topo, dificilmente vai ouvir algo mais além dos pássaros que fazem desta paisagem grandiosa a sua casa.

Em suma, uma visita ao Pinhão e à sua zona envolvente é sempre uma maravilhosa viagem. Com experiências típicas para todos os gostos, boa comida, História e algumas das mais belas paisagens do país, qualquer passeio por estas terras será inesquecível. E agora que o tempo quente se aproxima a passos largos, não hesite e venha conhecer alguns dos melhores tesouros que Portugal esconde!