Blog Douro

Escolha o Interior de Portugal para as suas Férias de Verão!

Publicado por: Daniela Azevedo

Data de Publicação04 julho 2018

 Atividades Douro Interior - 1 Quase sempre um caso de amor à primeira-vista e, tantas vezes, um regresso garantido, o Douro tem locais verdadeiramente idílicos para conhecer, seja em destino de praia, mais radical, cruzeiros, passeios ao ar livre, paisagens ou numa vertente mais cultural. Em suma, tudo o que procura… quando procura férias.

Conheça as nossas sugestões!

É impossível partir para uma visita à região do Douro sem alimentar expectativas, como impossível é sair de lá sem ter sentido alguma transformação pessoal, na sequência de toda a sua vastidão e beleza que o vai inundar. Para que possa tirar o máximo proveito das suas férias de verão, indicamos-lhe os caminhos que deve serpentear, longe dos locais habituais, e com toda a diversidade que o Douro interior tem para lhe oferecer.

Também há Praia Longe do Litoral!

Começamos pelas praias fluviais do Douro, muitas delas quase perdidas no interior do país, mas com uma qualidade perfeita para o ajudar a equilibrar corpo, espírito e mente.

A praia fluvial de Porto de Rei, em São João de Fontoura, é uma praia pequena, muito calma, mas com todos os equipamentos de apoio ao lazer e aos desportos náuticos. Sim, aqui também pode mergulhar, o que lhe dá já uma ideia da diversidade de um Douro de passagem obrigatória.

Atividades Douro Interior - 2
A Praia Fluvial de Porto de Rei é muito conhecida entre os habitantes locais e turistas habituais

O Parque Fluvial de Porto de Rei conta com um cais de acostagem para embarque turístico, um pontão de ligação, um passadiço, uma piscina flutuante, um solário, bar de apoio, equipamentos destinados a merendas, campo de futebol em terra batida, jardins, acessos pedonais e estacionamento.

Se quiser levar a aventura mais longe e arriscar fazer campismo, o Douro também tem o destino perfeito para tal, com uma praia fluvial de areal extenso à sua espera: praia fluvial da Lomba, Gondomar. Esta praia é vigiada.

E se for até Marco de Canaveses tem o melhor de três mundos na praia fluvial de Bitetos, também vigiada: ambiente de praia, canoagem e embarcações de turismo. Banhada pelo Rio Douro, esta praia era antigamente ponto de paragem obrigatória dos Barcos Rabelo. Atualmente, a vida deste local é tão diferente que até recebe provas de motonáutica e canoagem.

Atividades Douro Interior - 2
Em Bitetos poderá ainda aproveitar para embarcar numa aventura de canoagem

Bitetos é, também, um bom ponto de paragem cultural para visitar o Mosteiro de Alpendurada, fundado durante o séc. XI, com um elevado valor histórico e cultural, para melhor conhecer a época medieval.

As Paisagens Arrebatadoras!

A sua viagem pelo interior do Douro não fica completa sem uma paragem num dos miradouros da região de cortar a respiração: o de São Leonardo, em Galafura, no concelho da Régua. A paisagem desenrola-se à sua frente, como se de um tratamento de beleza à alma se tratasse. E até o seu humor vai sair renovado, sobretudo, se deixar as flores servirem de cenário a uma caminhada ou passeio pedestre.

De carro, de comboio ou num cruzeiro pode subir o Douro e chegar ao Pinhão. O melhor é mesmo fazê-lo num magnífico passeio de barco, porque tem a possibilidade de ficar a dormir uma noite já no coração da região duriense.

Atividades Douro Interior - 4
Os Miradouros do Douro são incríveis e as suas paisagens arrebatadoras

Esta bonita viagem de luz (sim, quando pensamos nesta travessia do Douro é luminosidade a palavra que mais nos ocorre) inclui uma pausa no pitoresco Pinhão. Se for de carro, o constante movimento é uma opção que lhe oferece ainda a oportunidade de se deslumbrar com as vistas fabulosas a partir de Casal de Loivos, uma pequena aldeia muito próxima do Pinhão.

Admitamo-lo: o Douro está tão associado a ambientes calmos que, desta vez, quer sentir a adrenalina e todas as emoções fortes a que tem direito. Acertámos? Vamos a isso! Está na hora de experimentar fazer rafting! Pode fazê-lo no Rio Douro, mas também em afluentes como o Rio Tua ou o Rio Paiva, considerado o melhor rio do país para este tipo de atividade. Ainda pode fazer algo tão estonteante e mágico, como descidas em kayak, slide, rappel e canyoning.

Atividades Douro Interior - 5
Casal de Loivos pode ser uma pequena aldeia, mas as suas paisagens são incríveis

A História e a Cultura por Descobrir!

Um dos muitos contrastes que mantem o visitante do Douro interior em constante observação, é o facto de também poder fazer uma viagem cultural nestas suas férias. Uma perspetiva bem real da história vem-lhe da visita a Meda, uma cidade portuguesa pertencente ao distrito da Guarda, localizada numa zona de transição entre as regiões naturais do Alto Douro e do Planalto Beirão.

Pinturas rupestres e outros achados mostram que a região terá sido povoada a partir de finais do Paleolítico, havendo vestígios dolménicos a confirmar a ancestralidade das terras de Meda.

Atividades Douro Interior - 6
Mêdas é uma das cidades portuguesas mais medievais

Por todo o lado há, igualmente, vestígios romanos como calçadas, pontes, placas tumulares e marcos milenares. Os Árabes também aqui se fixaram até 1065, data em que Fernando Magno, Rei de Leão e Castela, conquistou a região. A atual cidade de Meda desenvolveu-se com a reconquista cristã do território. Uma das paragens mais interessantes desta sua visita é o Museu Municipal, em pleno centro histórico, no antigo edifício da prisão.

Vale a pena visitar o centro histórico de Meda, assim como interessantes monumentos como a Igreja Matriz do século XVI, ou a Torre do Relógio, o Chafariz da Praça da Igreja e o do Parque ou o Solar dos Casas Novas do século XVIII.

Atividades Douro Interior - 7
Aqui, tudo é cultura e tudo pertenceu à construção da história portuguesa

Meda está rodeada de uma Natureza de grande beleza, com o clima e o modo como a luz do sol reflete nas ruas a conferir-lhe uma identidade cultural muito própria. Pode levar para casa ou em jeito de souvenir peças em linho, lã ou cestaria. É uma cidade que tem muito para contar e cada pedra, de cada construção, esteve nos bastidores da História do país.

O Douro interior não aborrece… só deslumbra e inspira. Por isso, nestas férias de Verão, aventure-se!